A função maior das cortinas e persianas é bloquear a passagem de luz solar nos ambientes. A cortina certa transforma o visual da casa. Falhar nos materiais ou nas cores pode comprometer a harmonia da decoração. Cada ambiente pede um modelo específico. É preciso definir um estilo, que orne com os móveis e com a janela. É um erro confundir cortinas com persianas de madeira, PVC e alumínio com as cortinas-persianas. Sempre de tecido, costumam ser dotadas de ampla tecnologia.

ESTAMPAS: Marcantes nos anos 1970 e nos ambientes retrô, as cortinas estampadas voltaram com tudo. Móveis e paredes neutros pedem um tecido com poá ou flores. No caso da mobília ou das paredes coloridas, prefira cortinas pastel. Peças listradas ou com estampas geométricas são a opção certa para quem não quer errar.

TECIDOS X ESTILOS: Espaços clássicos pedem tecidos nobres como a seda, o shantung, o voile e o dupion, e franzidos com um pouco de volume. Além do algodão, tecidos transparentes, como a seda e o voile, são boas alternativas para casas modernas, desde que usados sem volume. O linho traz muita elegância e pode ser usado também na confecção de xales.

CORTINAS-PERSIANAS: Elas economizam espaço, vedam a luz, podem bloquear frio e calor e estão disponíveis em vários modelos e tecidos. A Silhouette oferece níveis diferentes de privacidade, escurecimento e visibilidade, e é feita de tecido translúcido com lâminas verticais. A Pirouette traz total privacidade, quando necessário, e controla a luminosidade por meio de um sistema que recolhe os gomos do tecido. A romana também é bem cotada e, podendo ser confeccionada em seda, fibras naturais, blecaute de vinil ou tela solar, causa efeitos diversos de luminosidade.

AMPLITUDE: A confecção da cortina com pregas verticais é uma excelente solução se o pé-direito for baixo e o desejo for por um aspecto visual de maior altura. Optar por tecidos com a mesma cor das paredes ou em tons próximos. De volta às lâminas em sentido vertical, elas podem servir para acompanhar portas de correr para que, quando abertas, não obriguem o recolhimento da cortina.